quinta-feira, 1 de maio de 2008

Os trabalhadores

Hoje é comemorado o Dia do Trabalhador. Desde cedo o mundo nos ensina que trabalho, pelo menos para a maior fatia da população, é coisa para os sofredores. Ou ainda sinônimo de exploração, submissão, suor na testa, pindaíba. Também pudera já que nos primeiros relatos da Bíblia o trabalho aparece como um verdadeiro castigo de Deus pelo episódio no Éden. Após provar do fruto da árvore da ciência do bem e do mal, o homem, que vivia de sombra e água fresca, se viu obrigado a lavrar a terra para sobreviver fora do jardim (1).

Porém a mesma Palavra mostra logo adiante que o trabalho não seria algo humilhante, tornando-se também símbolo de habilidade e vocação. No desenvolvimento das civilizações ali estavam eles. O homem político (2) (do grego pólis, que significa cidade), o homem artista (3), o homem artesão (4) e o homem religioso (5). Quando chegamos ao Novo Testamento é difícil encontrar alguém que não estivesse trabalhando. Foi assim com os pescadores Simão Pedro e André, que se preparavam para atirar as redes ao mar, mas escolheram atender a convocação de Jesus para serem, a partir dali, pescadores de homens. (6)

Até o próprio Jesus trabalhava como carpinteiro. Sim! O Filho do Homem também conheceu a rotina de um trabalhador - acordar cedo, esforço, cansaço, hora-extra, freguês estressado e sabe mais o quê. Mas quando o trabalho toma grande espaço na mente e coração vêm os questionamentos. O que comerei? O que beberei? O que vou vestir? E Jesus ensina “buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”. (7)

Nem sempre percebemos como viramos escravos de nossas tarefas. Foi o caso de Marta, irmã de Maria, que recebeu Jesus em sua casa. Mas ao invés de relaxar e ouvir sua palavra ficou distraída, ansiosa e afadigada entre seus serviços no lar. (8) Imagine o que é trocar a palavra de Jesus, ao vivo e a cores, por uma pilha de louças ou os quitutes para servir às visitas?

E o que você faria no lugar dos apóstolos pescadores que receberam Jesus no horário de trabalho? Nos dias de hoje seria como alguém interromper aquela reunião importante, ou pedir sua atenção enquanto você atende o celular. Muitos talvez respondessem ao Salvador: dá pra você voltar amanhã? Ou ainda: diga que não estou!

Outros poderiam pensar: o anúncio do Reino não é coisa para alguém como eu. Mas até Paulo, cobrador de impostos, que perseguiu os filhos de Deus, passou a ser um grande evangelizador e missionário. Hoje, sem abandonar as profissões que escolhemos temos a chance de fazer o mesmo quando há fé para atender ao chamado divino. Afinal, se todos os trabalhadores do passado estivessem ocupados demais para as coisas de Deus, para dividir o pão, não estaríamos tendo essa conversa aqui nesse blog.

(1) Gn 3:23 (2) Gn 4:17
(3) Gn 4:21 (4) Gn 4:22
(5) Gn 4:26 (6) Mt 4:18-20
(7) Mt 6:33 (8) Lc 10:38-42
Site MANT Belém

Um comentário:

j.filho disse...

nossa familia esta em espirito em verdade com a casa do pao Ass filho e familia um beijo meu pastor amado e familia amada

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP