sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Uma carta para você (3ª)

Quando chegamos ao finalzinho bate aquele clima de retrospectiva, quando selecionamos (de preferência) as coisas boas para inspirar nossos cartões. A parte difícil, para os que o buscam, é resumir...

Oi Ló,

Não, eu não vou para a Espanha! Seria até uma boa idéia, pra conhecer um lugar tão bonito e matar as saudades de você. Confesso que tive minhas doses de manha desde o ano passado. Minhas verdadeiras amizades sempre foram aquelas dos mais chegados, que se contam nos dedos das mãos por serem especiais. Quando percebi estava ficando sem meus dedos, pois todos pegaram essa mania de ir morar longe de mim. Não que isso enfraqueça o carinho que temos, mas aquela parte do convívio fica na saudade.

O jeito seria a internet, webcam, Skype e tudo mais, mas em 2008 eu não resolvi meu dilema da internet, apesar dos protestos dos que ainda estão em Belém. Vira e mexe eu estou disponível no bate-papo do meu bom e velho e-mail do Yahoo (dando a ilusão que estou no MSN). Às vezes te via on-line a tarde (e tarde da noite aí). Às vezes não respondia por estar ocupada. Em outras não sabia direito o que falar.

Não era apenas falta de assunto. Vi que preciso reaprender a conversar. Nossa amizade é especial, pois não dependia de um espaço para convívio social, e sem perceber nos tornamos confidentes e torcedoras uma da outra. E você sempre estava disposta a me ouvir, mesmo quando o assunto eram os dilemas de sempre. Aquelas paredes que eu não conseguia atravessar e roubavam a minha alegria e saúde. Até nisso eu fui útil (treinaste para médica).

Ficava encantada com tua capacidade de saber esperar o tempo certo para as coisas. Com o coração partido, o corpo fraco e os olhos cansados de chorar, eu esperava receber as coisas boas do Pai que eu sabia que me amava. Queria tanto te contar quando acontecesse. Só que eu estava acostumada demais a conversar e exaltar os meus “gigantes”. Reclamava, lamentava, questionava e obstruía a passagem do alívio do meu Pai pelos meus átrios.

No ano passado, quando as águas estavam mais calmas, eu poderia até pensar que não precisaria dEle. Afinal estava tudo tão calminho. Só que eu ainda não tinha o melhor. Quando eu me dispus a ter esse melhor, em 2008, cada dia foi “o dia”. Naquela nova família, da qual lhe falei, isto estava estampado na parede, em letras garrafais “conquistando o melhor de Deus”, que foi o tema do projeto de vida deste ano (que ainda estamos vivendo e recebendo).

Eu não sabia receber o melhor e nem falar desse melhor. No comecinho do ano, quando recebi somente a primeira remessa, botei a mão na massa. Todo dia eu escrevo, falo e reforço o quanto o meu amado é lindo. Não! Não me refiro a nenhum daqueles, que me faziam sofrer e deixavam meus sentimentos com toque amargo. Falo do que me ama, antes deu nascer. Que fez e faz tudo por mim, tudo pra me deixar feliz, como sou agora. Ah, em relação às coisas materiais, sonhos, empreendimentos, sim, eu também tive. E tive amor – sabes o quanto precisava desse incomparável amor, para me sarar.

Sabe! Eu ainda não terminei de receber o melhor, estava só treinando. É que quando acordo, percebo que o melhor de ontem não se compara ao que recebi hoje – com Jesus é assim. E quando acho que já estou perto, íntima dEle, sou surpreendida (pois Ele é surpreendente) e Ele diz: “vem mais pra cá, vem”. Se não o conhecemos devemos e podemos conhecê-lo. Se julgamos já o conhecer, devemos buscar mais, pois sempre há mais.

Quando eu der um jeito na internet a gente se fala mais. Se quiseres notícias posso te mandar uma foto diária do meu sorriso (o resuminho), pra saberes como está.

Feliz amiga nova pra você! E um ano novo também. Que Ele seja o dono do seu, assim como será do meu. Pois tudo é dEle (ainda bem).

"Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo". (João 6:51)

Bitocas de sua baixinha preferida,
Saudades da minha amiga

MC
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP