sexta-feira, 17 de abril de 2009

Em que posso ajudar?

Alguns pedem ajuda em voz alta. Outros dão gritos com a alma. E como nós reagimos a esses apelos? Entre vários ensinamentos Jesus deu exemplos de como proceder com o próximo.

Ouvir e parar - Certa vez o Salvador passava por Jericó, seguido pelos discípulos e uma multidão (Mc 10:46-52). No caminho estava um cego mendigo, chamado Bartimeu. Ouvindo que Jesus estava passando ele começou a clamar, gritando: “Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!” . Jesus parou ao ouvir aquela voz. Ao nosso redor as pessoas gritam. Não precisam gritar como Bartimeu para que tenhamos a atitude de ir até elas, pois precisamos ouvir o clamor espiritual. Devemos parar o que estamos fazendo e ouvir.

A Palavra diz que “... não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais” (Ef 6:12). Por isso de nada adianta a pressão para que as pessoas compreendam a Palavra. Tudo começa pela predisposição em ouvir alguém que precisa de ajuda.

Jesus chamou – “Parou, pois, Jesus e disse: Chamai-o. E chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, ele te chama. Nisto, lançando de si a sua capa, de um salto se levantou e foi ter com Jesus”.

Ele não quer apenas mandar o milagre, mas deseja ter um relacionamento. Precisamos querer estar perto e ouvir de perto o que as pessoas precisam. Precisamos saber de que forma a nossa vida pode ser útil a do outro. “Perguntou-lhe o cego: Que queres que te faça? Respondeu-lhe o cego: Mestre, que eu veja”.

A visão que devemos ter é a de Jesus – a visão de amor, que encobre a multidão de pecados (1 Pe 4:8). Há muitos para julgar e impedir nossos gritos. Por isso nosso amor deve ser intenso para vermos além do pecado.

Solução do problema – O Deus em nós é o solucionador de problemas. Devemos nos colocar como canal da glória. Quando as pessoas enxergam Jesus em nós elas nos seguem. “Disse-lhe Jesus: Vai, a tua fé te salvou. E imediatamente recuperou a vista, e foi seguindo pelo caminho”.

Nesse episódio Jesus serviu a Bartimeu. Da mesma forma devimos usar nossos dons para que o poder de Deus alcance as pessoas através de nós. “Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus” (I Pe 4:10).
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP