segunda-feira, 27 de abril de 2009

Vencendo os desafios e seguindo em frente

Não existe azar para um filho de Deus! Parece difícil acreditar nisso quando passamos por situações difíceis, que exigem mais do que nossa paciência, mas principalmente a paz de Deus para vencer o desafio.

Um exemplo que muito nos ensina foi vivido pelo apóstolo Paulo, durante uma visita forçada a ilha de Malta, após o naufrágio do navio (Atos 28). Era uma tripulação de duzentas e setenta e seis pessoas a Roma. Todos foram recebidos com muita hospitalidade pelos habitantes. Na chegada, chovia e fazia frio, o que os levou a acender uma fogueira.

Ao apanhar gravetos para lançar na fogueira Paulo foi surpreendido por uma víbora venenosa que mordeu sua mão e nela ficou pendurada. Era azar demais para um só homem, pensavam os malteses ao ver a cena. Eis a conclusão do povo: “Certamente este homem é assassino, pois, tendo escapado do mar Justiça não lhe permite viver” (v4).

Eles tinham a expectativa de que em pouco tempo Paulo inchasse e caísse morto (v6). Podemos imaginar a reação do apóstolo diante dos olhos curiosos dos nativos. Paulo sabia se portar em meio às adversidades.

Um homem de Deus como Paulo, e como você, não podem se desesperar na hora da provação. O apóstolo permaneceu em paz, a paz que excede a todo entendimento, conforme ele mesmo escreveu: “E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus” (Filipenses 4:7).

A paz de Deus é como um rio. Você precisa aprender também a mão perder a paz, ainda que “uma víbora morda a sua mão”. Paulo sabia o segredo de viver contente em toda e qualquer situação (Fp 4:12). A reação do apóstolo foi de sacudir a cobra no fogo (v5) e continuar confiando no Senhor. Deus fez Sua parte e o veneno não surtiu nenhum efeito em Paulo. Houve sim um resultado: os malteses ficam embasbacados, achando que na verdade Paulo era um Deus.

O que tem roubado sua paz ultimamente? Seja lá o que for, certifique-se de saciar a sua alma com a paz que corre no rio de Deus. Foi o profeta Isaías quem escreveu sobre o rio de paz: “Estenderei para ela a paz como um rio” (Isaías 66:12). Através de Jesus você tem acesso a esta paz sobrenatural. Isto está ao seu alcance. Seja embriagado pelas águas do rio da paz de Deus.

Adversidades precedem conquistas. Muitas pessoas da ilha de Malta foram impactadas pelo poder de Deus manifestado através da vida de Paulo. O habitante mais ilustre da ilha se chamava Públio e o texto conta que Paulo se hospedou em sua casa durante três dias. Nesta ocasião o pai do anfitrião foi curado assim que Paulo impôs sua mão e orou por ele.

Assim também foi com todos os doentes da ilha que foram até Paulo. Ou seja, Malta foi visitada pelo poder de Deus graças ao naufrágio e à adversidade vivida pelo apóstolo.

Diante das adversidades há pessoas que desanimam, recuam, desistem. Você não pode agir assim. Talvez você hoje esteja iniciando um rota de desistência por conta de alguma adversidade. Hoje, em nome de Jesus, Deus há de usar esse estudo para que você aprenda a sacudir a víbora e seguir em frente.

Lembre-se: Deus tem poder para tornar cada adversidade em bênção, tanto para nós, como para o reino de Jesus. É isto que o próprio apóstolo Paulo nos ensinou: “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam” (Rm 8:28). Ore e declare que as adversidades não roubarão a paz do Senhor em sua vida.
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP