terça-feira, 23 de setembro de 2008

TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS



Você conhece alguém que tem os nervos à flor da pele? Conhece alguém que sempre diz em alto e bom tom: “Não levo desaforo pra casa!”? Conhece alguém que, sem mais nem menos, sai “falando pelos cotovelos” e geralmente se arrepende do que falou? (por mais que não assuma isso publicamente?). Podemos dizer, então, que você conhece alguém de temperamento forte! Psicologicamente falando, esse temperamento pode ser definido como Sanguíneo ou Colérico... Ainda de acordo com a Psicologia, existem outros dois tipos de temperamento: o Fleumático e o Melancólico. Cada um com sua definição. Estudando esses temperamentos, podemos conhecer um pouco melhor as pessoas e aprender a lidar com elas.



E se essa pessoa, que você afirma conhecer, for você mesmo(a)? Anos atrás, quando na vida acadêmica tive uma disciplina chamada Psicologia da Educação, conheci um professor muito querido, que, durante a ministração das aulas, nos observava, conversava, conhecia... No último dia de aula, os conceitos foram entregues e junto com cada conceito, um papelzinho lacrado. Nesse papel, estava selado o nosso destino. Pelo menos o meu, pois quando desdobrei aquele simples pedaço de papel A4, vi assinaladas as características do meu temperamento: Colérico, Fleumático, Sanguíneo. “Meu Deus”, pensei. “Sou tudo isso

E logo abaixo, uma mensagem do professor que, em outras palavras, dizia mais ou menos assim: "você tem uma personalidade muito marcante, chama atenção por onde passa; mas temo que por trás dessa pessoa, exista uma outra, tentando ser feliz e não conseguindo". Nem preciso dizer que ao final da frase eu já me banhava em lágrimas. “Como é que esse professor pode saber tão bem quem eu sou e pelo que estou passando?”, era o que me perguntava.

O tempo passou, mas aquele bilhetinho está guardado em algum lugar, nas minhas caixas de trecos antigos. E ficou guardado também no meu subconsciente. Durante anos, isso me ajudou muito, pois justificava todos os meus ataques. Sempre que “descia do salto”, eu dizia pra mim mesma e até para as pessoas ao meu redor: “Não mexe comigo, porque eu sou fleumática, colérica e sanguínea. Isso é um turbilhão, pra uma pessoa só!".

Recentemente, porém, tendo já iniciado um longo processo de transformação, tive acesso a um livreto (parece que os fininhos são sempre melhores) que veio reforçar que eu estou, agora, no caminho certo.

Intitulado TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS, de Tim LaHaye (Ed. Mundo Cristão, 125 páginas), este livro vem mostrar a todos nós que, não importa o temperamento que tenhamos, Deus nos muda, se quisermos, pedirmos e deixarmos. Trata de quatro personagens bíblicos que tinham as características dos quatro temperamentos citados no inicio deste texto. Pedro, o Sanguíneo; Paulo, o Colérico; Moisés, o Melancólico; e Abraão, o Fleumático – são os temas dos capítulos principais desse livro. Através desses personagens, com os quais eu me identifiquei tão bem (e você vai se identificar também), pude entender muitas coisas e, mais importante de tudo, entender que Deus nos muda. Ele muda nosso temperamento, nossa história, nosso nome. Aleluia!

Sem dúvida, esse é um daqueles livros que, se você for ler grifando as partes importantes, grifará simplesmente todas as linhas e todas as páginas. É muito precioso e por isso recomendo a leitura a todos: tanto aos que se conhecem e, assim como eu fazia, justificam suas atitudes pelo rótulo que alguém lhes deu, quanto àqueles que ainda precisam se conhecer e conhecer o Deus que transforma temperamentos. Como o próprio autor diz, a Bíblia tem as respostas para todos os problemas do homem; e essas respostas, são, na verdade, bem simples (pg. 14

A Teoria dos Quatro Temperamentos existe, ela é uma realidade no mundo secular. Mas o erro, conforme LaHaye, “é utilizá-la como desculpa pelo seu mau comportamento”. Como eu fazia, e ainda hoje me policio para não fazer... Depois que obtemos o conhecimento da Palavra e passamos a praticá-la, conseguimos facilmente identificar quando estamos “dando mancada”, deixando o temperamento falar mais alto, quando na verdade quem tem que falar mais alto é Deus em nós. Segundo o livro, exponho algumas características de cada temperamento: explosivo, irrequieto quase nunca fica quieto (Sanguíneo); auto-suficiente, genioso, com tendência à aspereza (Colérico); mente privilegiada, mas com tendência ao pessimismo e a se entregar a pensamentos negativos (Melancólico); possui agudeza de espírito, senso de humor, é eficiente e digno de confiança (Fleumático). Obviamente que no decorrer do livro, essas definições vão sendo ampliadas e melhores discutidas. Entretanto, o mais importante é sabermos que há um Deus que, independente do que somos, quer nos transformar naquilo que Ele quer que sejamos. E isso é possível, se quisermos, pedirmos e deixarmos.

Os personagens bíblicos analisados na obra TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS, apesar das fortes identificações com a Teoria dos Quatro Temperamentos, desejaram uma aliança com Deus. Desejaram mudança de vida. E foram tremendamente abençoados. Tanto que suas histórias inspiram milhões de mensagens nos quatro cantos do mundo. Portanto, sendo a Palavra de Deus imutável e eterna, com certeza fará por você o mesmo que fez com Pedro, Paulo, Moisés e Abraão. Invista nesta leitura e seja cada vez mais transformado pelo poder de Deus, de glória em glória, assim como eu!

Como adquirir o livro:

No site (http://www.mundocristao.com.br/)


Site MANT Belém

Um comentário:

Anônimo disse...

Sergio Luiz Pereira
Esse livro é incrível. Conheci-o quando era criança, mas durante a viagem em que estou comprei ele no shopping de santarém e tem sido incrível ver como ele descreve o que nós somos. É extremamente incrível como ele parece conhecer a mim mesmo mais do que eu!
Tem sido uma leitura abençoada e usada por Deus para que eu mesmo me conheça e possa experimentar a transformação do meu coração e dos meus relacionamentos pelo Espírito Santo de Deus.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP