sábado, 1 de novembro de 2008

O Manto Apostólico

Apóstolo Renê Terra Nova

Nasceu a Geração dos Sonhos e precisamos aproveitar o tempo da visitação. Nossa Geração é privilegiada, pois os céus das nações estão abertos para o maior mover da história. Temos crido que esta é a hora mais propensa para mergulharmos no avivamento histórico e cheio de revelação. Nestes dias, nascerá a Geração Júnia, Apóstolas de Avivamento, para que possamos entender que tanto homem quanto mulheres têm legados de autoridade, para selarem uma geração com unção e vida de Deus.

Somos uma geração de privilégio mesmo, pois tantos líderes poderiam ter esta revelação, pois estavam à frente do seu século, e esses líderes não conseguiram romper os paradigmas que assaltaram a sua geração e não puderam consolidar uma multidão de Apóstolos contemporâneos tanto homem quanto mulheres. Porém, em nossos dias, temos visto como a mão de Deus entrou a nosso favor, pois os céus estão favoráveis. Este é o Tempo do Favor de Deus, em que milagres serão desatados.

Conhecendo a importância de uma tomada de posição para Consolidar e mudar uma geração, precisamos de um novo manto sobre nós. Existem mantos que definem história e ministérios. O manto fala de autoridade – Tehillim – cobertura, poder, unção, proteção ou tenda sobre a vida.

É como se você caminhasse debaixo de uma sombra agradável que protege do sol ou das tempestades pela cobertura que está sobre. Então, quando falamos do manto, estamos elaborando as novidades de Deus para a Geração Apostólica, na qual homens e mulheres serão tomados e farão como que sinais, prodígios, maravilhas e milagres estejam diante dos nossos olhos. Precisamos de um manto novo.

Perguntar-se-ia: para que eu preciso de um manto novo? Para ser revestido de autoridade, poder, sabedoria e marcar esta geração, para a qual somos a resposta. Homens e mulheres terão o discurso e a prática de uma vida santa e protegida pela unção que é a arma de Deus que quebra todo jugo. Precisamos de um novo manto para marcar esta geração com uma nova identidade e deixar o legado da autoridade com eles.

Tehillim é o manto de autoridade. Yeshua é o Apóstolo dos Apóstolos. Ele tem o Tehillim, o Manto que cobre, protege, adiciona, inclui e doutrina. O Manto é um sinal para proteger pessoas, ministérios e instituições. Jesus protegeu os discípulos individualmente, protegeu o ministério dEle e, claro, as instituições como, por exemplo, pagar tributos a César.

Quando entendemos Yeshua, é impossível não ver que Ele tem um tato com pessoas, ministérios e instituições. Se recebermos esse manto, as pessoas estarão mais cuidadas, ministérios estarão protegidos e as instituições mais prósperas.

O manto Apostólico é o direito de caminhar respaldado e reconhecido no mundo espiritual e trazer os resultados de uma colheita extraordinária, pois somos a geração da promessa e devemos velar pela palavra que já nos foi liberada: UMA COLHEITA ALÉM DOS LIMITES.

Vemos que os Mantos perseguem gerações. Temos vários exemplos na Bíblia: Abraão tinha o Manto da Fé; Moisés, o Manto da Libertação; Elias, o Manto Profético; Eliseu, o Manto da Unção Dobrada; Davi, o Manto da Unção; Salomão, o Manto da Sabedoria; Daniel, o Manto do Conhecimento e outros que foram marcados com Mantos maravilhosos.

A Bíblia fala do Manto de Púrpura que estava em Jesus, que era o Manto da Lealdade, Fidelidade, Honra. Esse é o manto que deve estar sobre os ombros dos sacerdotes e da Geração Apostólica. Se formos analisar a história, veremos que esse era um legado deixado por gerações. Muitos herdaram o manto profético.

Há controvérsias sobre o Manto de Jesus que não foi encontrado até os dias de hoje. Isso é um sinal profético, pois esse manto não é só físico, ele é espiritual e serve para trazer revelação de que nós estamos cobertos. Creio que esse Manto veio sobre a nossa geração que é o Manto do Apóstolo Ressuscitado dentre os mortos, Yeshua.

O Manto de Jesus pode ser entendido para a Igreja como o sinal da geração que nasce, a Geração Apostólica, coberta integralmente no novo Manto. Essa geração é a Geração do Milagre. Porém, as características que a Bíblia diz que o Manto é de púrpura, vamos ver de que forma Jesus enfrentou Leviatã, a Morte, a Cruz, o Inferno e todo poder do mal.

1. Manto de Lealdade

A Lealdade é uma revelação de Caráter que forma no líder a indubitável forma de trabalhar sem criar desconfortos de relacionamento, nem deixando de fora a nudez do líder, nem desprotegendo as suas costas. Lealdade na Palavra é muito mais do que andar junto, é o prazer de servir e de trazer conforto de caminhada e proteger a unção do líder.

Quando entendemos sobre lealdade, fica claro que ela é a semente para aliança duradoura. Ser leal expressa um caráter aprovado dentro das guerras que passamos, que nos tornamos inseduzíveis às propostas de confortos, às motivações e sentimentos que levam muitos a contaminarem alianças e se corromperem por não conhecerem a semente da aliança. Ser leal é aliançar a própria vida com a proposta de celebrar juntos a vitória por causas nobres.

A lealdade a quem amamos pode até gerar feridas, pois o amor à aliança é provado pela lealdade (Provérbios 27:6). Vale a pena manter a essência da aliança quando encontramos pessoas que são leais à chamada e à proposta para que seja consolidada uma geração de inegociáveis.

Jesus tinha esse manto de Lealdade, estava sobre os seus ombros. Se Ele não fosse Leal à chamada, ao propósito e à visão, não seria o Apóstolo que foi e o Rei que é. A lealdade é um teste no caráter para provar se somos ou não o que dizemos que somos.

Existem sons soltos, palavras mortas e rotas tortuosas, pois gerações confusas perderam esse manto maravilhoso. Nós somos a geração da restituição, somos a geração do Manto da Lealdade. Mesmo que as feridas cheguem, a lealdade é o bálsamo que curará as feridas que sejam adquiridas na guerra pela honra.

2. Manto de Fidelidade

Fidelidade é o caráter do povo curado. Cremos que precisamos nos posicionar nas chamadas que o Senhor tem efetuado. Essa chamada apostólica arde dentro de nós, nações nos esperam, povos nos aguardam, precisamos levar o bom testemunho de que somos líderes de aliança, líderes leais, líderes fiéis, estar para além do nosso discurso, estar para além de nós mesmos, estar para além dos nossos interesses e motivações. Descobrirmos que somos fiéis.

Fomos achados fiéis. Deus nos abençoou, abriu portas e nos levou para lugares inimagináveis, onde temos da parte dEle muitas conquistas que certamente não fomos nós que as fizemos, foi a fidelidade dEle que caminhou adiante de nós. Ele nos prosperou sobremaneira, mudou nossa sorte, ampliou os sonhos, abriu caminhos, mudou veredas e consertou sendas tortuosas, a mão de Fidelidade dEle fez isso por nós.

Esta Fidelidade é encontrada no recôndito do nosso ser. Quem é fiel é, quem não é fiel não é. A Geração da Fidelidade é aquela que não se rende às propostas de negociar ministério, púlpitos, discípulos, visão e geografias como a própria Nação, que diz não para as propostas de oportunismos e sim para uma rota mais complicada, porém decente. Somos inegociáveis. Isso é Fidelidade. Nessa Fidelidade, encontramos classes de pessoas, como também muitos que não estão aprovados, mas outros estão selados com um caráter irrepreensível.

Vejo que alguns foram ungidos Apóstolos e tiveram um bom sinal, ficaram mais Pastores do que eram antes, outros tiveram um comportamento mais nocivo, aproveitaram a unção e romperam relacionamentos. Chegaram onde queriam. Isso mostra o caráter da geração que passará pelas mãos de tais indivíduos, que usurpam de algo tão sagrado para fazerem ministérios particulares.

A Infidelidade leva o homem a ser um eterno colecionador de derrotas, pois a infidelidade é uma semente de desonra; onde há desonra, há calamidades. Muitos estão debaixo de pressões terríveis, perguntando-se por que tanta guerra e frustrações. É só fazer uma leitura de onde estavam e onde estão, e virem que a infidelidade é o ímã que atrai maldições.

Porém, posso afirmar que uma geração de homens e mulheres está mais consolidada, mais madura, mais amiga e, mais que nunca, aliançada. Como tenho me alegrado com o Brasil e as Nações, pois temos visto pessoas que despontaram em estrondoso êxito, porque a rota da Fidelidade se nos foi aberta e entramos nela. Hoje vemos Filhos e Filhas da aliança, pois não abriram mão de serem tratados e levados a níveis os quais estão mudando todo o padrão de vida e conquistas.

O Manto de Yeshua é o Manto da Fidelidade. Quando olhamos para Ele, vemos Fidelidade com o Pai, Fidelidade com os Discípulos, Fidelidade com o Ministério, Fidelidade com sua geração e Fidelidade com as gerações vindouras. A nossa Geração foi beneficiada com o Manto de Fidelidade de Yeshua. “Sê Fiel até à morte e te darei a coroa da vida” (Apocalipse 2:10). Só será aprovado quem for encontrado Fiel. O Manto que repousava em Jesus era o da Fidelidade, por isso em todo o tempo foi chamado Varão Aprovado.

3. Manto de Honra

A Honra é a semente para o êxito. Quando falamos de honra, falamos da essência do Messias. Em tudo, Ele deu honra ao Pai, aos discípulos, à Igreja, ao Reino e às autoridades constituídas. Sabemos que a Terra se move por duas chaves: a chave da honra, e a chave da desonra. Tudo que temos e somos de bom ou ruim, tem por traz uma honra ou uma desonra. Assim como a honra é a chave para o êxito, a desonra é a chave para as catástrofes.

A Honra abre portas, assim como a desonra fecha todas as portas que foram abertas. A Honra é a semente de acessos. Quando honramos, consciente ou inconscientemente, estamos acessando oportunidades. Quando desonramos estamos fechando as portas das conquistas que estavam na nossa direção.

A pessoa que você honra é a pessoa que você serve. O serviço é uma honra e as pessoas que servem estão honrando os que estão sendo servidos. Devemos reconhecer em honra aqueles que nos servem. Jesus disse: Eu vim para servir, e não para ser servido (Marcos 10:45). Em outras palavras, Jesus está dizendo que a vida dEle é honrar o Pai, a Igreja, os Discípulos, o Reino, Você e Eu.

O Manto da Honra está nos ombros, porque a honra não pode estar na cabeça, não é racional servir e honrar como a Palavra ensina, devemos fazer um exercício diário para sermos aprovados. Honrar alguém é um benefício pessoal, pois estamos plantando a semente do êxito. A Honra traz milagres inimagináveis, tais como: êxito, prosperidade, riquezas, herança e saúde (Provérbios 3 8-10).

Como poderemos entender o princípio da Honra para que esse Manto repouse sobre nós? A Palavra diz que a sabedoria e a humildade precedem a Honra (Provérbios 15:33). Antes de almejar ser honrados, devemos fazer o exercício da humildade e pedirmos a Deus a sabedoria, para que sejamos aprovados no que falamos e no que fazemos.

Este Manto de Honra deverá ser desejado por todos nós, pois conhecer o princípio da honra é entrar na rota dos sábios. Não podemos permitir caminhos de tolos, se já recebemos a chamada para a sabedoria. Hoje estaremos compreendendo melhor, porque há um Manto novo.

Conclusão

Os Mantos de Lealdade, Fidelidade e Honra são um sinal visível de que devemos nos manter límpidos na chamada que corre nas nossas veias. Somos uma Geração de Promessa e somos resposta para esta Geração. Um novo Manto sobre nós significa que seremos mais consolidados, nossas vidas sofrerão grande impacto e nos moveremos pelos princípios, os quais não podem ser equivocados.

O Manto Apostólico é um sinal da cobertura, da vida salutar que estaremos palmilhando, pois desponta uma Geração dotada de autoridade, que nos levará a níveis maiores e nos colocará em lugares altos, uma Geração que recebeu do Senhor Jesus o legado de ser treinada na Lealdade, Fidelidade e Honra, para poder construir um novo tempo cheio de resoluções. Esta Geração pergunta e nós respondemos; somos a resposta desta Geração.

Se você entendeu, como homem e mulher de Deus que somos, devemo-nos lançar em concordância com a Palavra e a promessa, para fazer valer a chamada que está sobre nós, e darmos novos rumos ao tempo da oportunidade que está diante dos nossos olhos. Somos a Geração da Esperança, somos a Geração do Novo Manto.

Apóstolo Renê Terra Nova
Ministério Internacional da Restauração
Manaus/AM

Fonte: MIR12
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP