quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

É preciso nascer de novo

"Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus" (Jo 3:3)

A condição revelada por Jesus para estar junto ao Pai (quem não sonha?) parece absurda. Como alguém pode nascer de novo? Voltaríamos nós para a barriga das mães. Mas não tem jeito; Jesus disse que é assim, então é assim.

Deus ao criar o ser humano o fez perfeito e completo, como coroa de Sua criação. Imagem e semelhança Sua. Criou o homem capaz de tomar decisões e de entender as conseqüências de seus atos. Deus falou para o homem que poderia comer livremente de toda a variedade de frutos do jardim, "mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás" (Gn 2:17)

Mas, a serpente disse: "... Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal" (Gn 3:4-5) E preferiu o ser humano crer na serpente a crer em Deus. O homem tinha, e tem o direito de escolher. O pecado não foi prevenido. Não foi porque os homens não são robôs programados para obedecer. Deus mostrou que havia a bênção e a maldição e ainda mostrou qual era a melhor opção. Agindo como Adão, que foi expulso do paraíso, todos fizemos ou fazemos escolhas que nos separam de Deus.

“Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça" (Is 59:2)

Continuamos tendo o direito de escolher. Mas, apesar do pecado e da maldade e da escuridão do coração humano, Deus, em Sua infinita misericórdia, nos amou a ponto de, mesmo estando nós mortos em nossos pecados, providenciar o meio para que pudéssemos nos salvar da condenação eterna causada por nossos pecados. E esta salvação exige que nós venhamos a nascer novamente. Esse novo nascimento é algo espiritual; um milagre de Deus, um segundo nascimento durante a vida.

“... Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus” (Jo 3:5).

"O que é nascido da carne é carne; o que é nascido do Espírito é espírito" (Jo 3:6).

“Para santificá-la, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra...” (Ef 5: 26<)/i>

“Então espargirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis” (Ez 36: 25- 27).

Nascer da água e do Espírito é o mesmo que Deus espargindo (espalhar em borrifos) água pura sobre o homem. Somente Deus pode conceder um novo coração e um novo espírito, ou seja, uma nova vida ao homem! Nascer da água é o mesmo que nascer da palavra: Jesus é o Verbo de Deus, ou seja, a Palavra encarnada.

Primeiro o homem precisa da Palavra de Deus para que possa crer, ou seja, para crer, primeiro é preciso ouvir (ser espargido por Deus com água limpa), acerca da fé (evangelho) que é poder de Deus. Primeiro o homem ouve a Palavra (aspergido com água limpa, limpeza). Depois o homem crer Deus dá um novo coração.

O homem só tem acesso ao poder de Deus depois que ouve a palavra da verdade, conforme Paulo escreveu a Tito: “... Ele nos salvou mediante a lavagem da regeneração e da renovação pelo Espírito Santo” (Tito 3: 5). E de que forma podemos passar por este novo nascimento e ter acesso ao reino dos céus?

1º passo: Você deve se reconhecer como um pecador. Para Deus nenhum pecado é admitido, pois qualquer pecado condena por todos os pecados: “Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos” (Tg 2:10)

Não há qualquer pessoa no mundo que não tenha pecados: “Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus... Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rm 3:10-11, 23).

2º passo: Deus pede que você se arrependa de seus pecados: “... se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis” (Lc 13.5) O que é arrependimento? Na origem da palavra, arrependimento quer dizer mudança de atitude, ou seja, atitude contrária, ou oposta, àquela tomada anteriormente. É também, considerado como a dor sentida por causa da dor causada.

Arrependimento é metanóia - que para os gregos tem um significado especial como ir além, passar além de, ultrapassar, exceder, elevar-se acima de, transcender. Meta, como acima ou além e nóia, vem de nous, mente.

Podemos considerar metanóia também como transformação do pensamento, mudança de mentalidade, aspectos fundamentais para que as informações coletadas se transformem em aprendizado e, consequentemente, aplicação prática. “Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito” (Sl 34:18).

3º passo: Jesus cumpriu a pena que seria sua! “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores" (Rm 5:8) “Levando Ele mesmo em SEU corpo os NOSSOS pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas Suas feridas FOSTES SARADOS.”

Creia profundamente no amor de Deus. Creia completamente no amor de Jesus Cristo. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3:16).

4º passo: Receba a Cristo como Senhor de sua vida e faça parte AGORA da família de Deus: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome” (Jo 1:12 )

E não é necessário fazer nada para receber tão grandioso presente. Basta que você se arrependa dos seus pecados e creia no sacrifício que Jesus fez por você. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2:8-9).

Todos os caminhos levam a Deus?

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14:6).

“Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem” (Jo 10:9).

“Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” (Jo 8:12).

"E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (At 4:12)

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” (Mt 11:28-30).

“Portanto qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus” (Mt 10:32).

"E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (At 4:12)

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve" (Mt 11:28-30)

“Portanto qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus” ( Mt 10:32).

O dia é hoje!

"Eis aqui AGORA o tempo aceitável, eis aqui AGORA o dia da salvação” (2 Co 6:2).

“Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior correrão rios de água viva.” (Jo 7:38)

Você pode ser hoje um recém-nascido.



Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP