quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

O privilégio de ser chamado por Deus

Podemos até não achar nossos pés muito bonitos. Mas para quem se propõe a ser inserido na obra de Deus fazemos diferenças por onde passamos, por onde pisamos.

Quem diz é o próprio Deus: “Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina!” (Is 52:7).

As vezes, de tanto caminhar, esquecemos dos detalhes do trajeto e não percebemos o quanto já fomos abençoados. Fomos tirados do nada para chegar aos montes. Tudo o que fazemos é louvável, mas, certamente, o maior legado de um homem será aquilo que faz para o Senhor.

O propósito de Deus é para que façamos história. Enquanto isso o inimigo se opõe ao chamado em nossa vida, pois sabe que isso fará diferença. Ele quer que fiquemos no anonimato, mas Deus não quer. As vezes somos como Obede Edon, que não era um homem exponente, mas se submeteu a um princípio e não se preocupou com preço, pois haveria a presença do Senhor em sua casa. Com isso, foi abençoado e prosperou.

O mesmo Deus que chama é o que capacita. “Olhai para Abraão, vosso pai, e para Sara, que vos deu à luz; porque, sendo ele só, o chamei, e o abençoei e o multipliquei” (Is 51:2).

O chamado é universal, para ser testemunha, ensinar e guardar a Palavra. Mas seguindo o livre arbítrio é preciso aceitar o chamado, e todo chamado gera bênção, independente da idade, condições sociais, econômicas ou qualquer outra evidência lógica.

“Há muito que o SENHOR me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí” (Jr 31:3). O amor de Deus nos atrai “visto que foste precioso aos meus olhos, também foste honrado, e eu te amei, assim dei os homens por ti, e os povos pela tua vida” (Is 43:4).

Os temores não podem atrapalhar o chamado, nem podemos achar que fomos esquecidos. “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim” (Is 49:15-16).

Não se preocupe, não fique ansioso, pois você foi escolhido por Deus, que não mudou nossa vida para nos colocar em vida pior. Deus te chamou para a obra e recompensará aquele a quem chama.

Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda” (II Timóteo 4:7-8).
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP