quinta-feira, 16 de julho de 2009

Precioso e o vil

Todo aquele que se alimenta da Palavra tem um desejo principal – ser a boca de Deus entre os homens. Aquele desejo de abrir a boca e ser usado por Ele, cumprindo a função de sacerdócio real, sal, luz. Deus revela o que precisamos fazer para que use nossa boca em Seu propósito.

“...se apartares o precioso do vil, serás a minha boca; e eles se tornarão a ti, mas tu não passarás para o lado deles” (Jeremias 15:19b).

Bem clara a instrução: separar o precioso do vil. Ou seja, separar o que é valioso, raro, esplêndido daquilo que é inútil, desprezível, sem importância.

Ser boca de Deus é ser profeta. Ao longo da história Deus tem usado a boca dos homens para falar ao povo, a exemplo de Jeremias, a quem Deus se dirigiu nessa passagem. Ao anunciar a Palavra do Senhor nós também somos profetas e, assim como Jeremias, podemos ficar desanimados quando ninguém dá valor no que dizemos.

Por anunciar a verdade do Senhor Jeremias era odiado pelo povo. Isso porque a verdade de Deus nem sempre é o que as pessoas querem ouvir. O profeta só falava o que os outros não queriam ouvir. Ele profetizava e nada acontecia.

Isso trouxe tristeza e cansaço ao profeta, pela dor de falar sem ser ouvido. É honroso ser chamado profeta. Nessa tarefa precisamos buscar ser a boca de Deus:

“Portanto, assim diz o Senhor: Se tu te arrependeres , eu te farei voltar e estarás diante de mim; se apartares o precioso do vil, serás a minha boca; e eles se tornarão a ti, mas tu não passarás para o lado deles” (Jeremias 15:19b).

Deus fala que não podemos nos contaminar – o precioso vai para um lado e o vil para outro.

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem” (Ef 4:29).

“De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?” (Tg 3:10-11).

“E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor” (I Co 10:10)

“De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus” (II Co 5:20).

“Em santidade e justiça perante ele, todos os dias da nossa vida” (Lc 1:75).

“Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus” (II Co 7:1).

“Para confirmar os vossos corações, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo com todos os seus santos” (I Ts 3:13)

“Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra” (I Ts 4:4)
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP