segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Conte as estrelas!

O que você está fazendo pelos seus sonhos? Quem recebe promessas de Deus as guarda no coração. Só que ao longo do tempo o entusiamo e a esperança vão se desgastando com o tempo de espera. Mas quando parecer que algo não se cumprirá o Deus que fez a promessa reafirma seu compromisso e nos manda contar estrelas.

Quando ainda se chamava Abrão, aquele que havia saído a muitos anos de Ur dos caldeus, estava triste. Ele havia acabado de sair de um bem-sucedido resgate do sobrinho Ló, era muito rico e próspero. Humanamente falando tudo estava resolvido na vida dele. Mesmo assim ele expressava uma tristeza sem causa, o que hoje poderíamos chamar de depressão.

Uma aliança havia sido feita com Deus ao sair de sua terra, de que seria pai de numerosa nação, de uma incontável multidão. No entanto ele deveria andar debaixo da promessa. A maior prova da promessa é o tempo, com os anos e décadas. Quando já estava envelhecido fisicamente, logo após uma grande conquista, Abrão estava triste, relembrando a promessa, num momento de dificuldade para acreditar nela.

“Depois destas coisas veio a palavra do Senhor a Abrão em visão, dizendo: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão.

Então disse Abrão: Senhor Deus, que me hás de dar, pois ando sem filhos, e o mordomo da minha casa é o damasceno Eliézer?

Disse mais Abrão: Eis que não me tens dado filhos, e eis que um nascido na minha casa será o meu herdeiro”
(Gn 15:1-3).

Abrão pediu um filho. Ele havia guardado a promessa mas havia sido vencido pelo tempo. O tempo rouba a promessa até o momento em que ficamos olhando para o teto de nossa tenda, tentando achar uma solução do nosso jeito.

Olhando para a impossibilidade Abrão não enxergava outra saída – estava velho e ia acabar tendo como herdeiro o seu mordomo. Mas o Senhor disse que não seris assim: “Este não será o teu herdeiro; mas aquele que de tuas entranhas sair, este será o teu herdeiro” (v4).

Ele precisava sair de sua realidade para entender a promessa.

“Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência” (v5).

Abrão queria ter um filho e Deus queria uma multidão. Nossa tenda é pequena, a de Deus é bem maior. De nada adiantará lamentar aquilo que ainda não aconteceu em nossa vida. Quando ficamos tristes como Abrão, fazendo uma retrospectiva, caímos no erro de ficar decepcionados com Deus, ao concluir que nada de extravagante tem acontecido.

Mas Deus quer que você saia da tenda para contar estrelas. As estrelas que Deus nos manda contar são a iluminação do teto da Sua tenda. São tantas as coisas que Ele tem pra você que não dá nem para contar. A Palavra diz que, se pudermos crer, tudo é possível ao que crê (Mateus 9:23). Creia, mesmo naquilo que não consegue ver.

Se você tem sonhos Deus muitos outros com você. Com os sonhos de Deus em nossas vidas não existem impossibilidades. Comece a crer e contar estrelas!

“Muitas são, Senhor meu Deus, as maravilhas que tens operado para conosco, e os teus pensamentos não se podem contar diante de ti; se eu os quisera anunciar, e deles falar, são mais do que se podem contar” (Salmo 40:5).
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP