quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Crônica – Sacudida

Finalzinho de ano. Tempo para agradecer, relembrar e ... sacudir. Não é um terremoto, nem coisa parecida. É Jesus!

Você é uma pessoa procurada? Não, não me refiro aos criminosos, das fotos dos cartazes de “Procura-se” espalhados por aí. Falo daqueles a quem o Senhor procura incessantemente. Aqueles...

“Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores” (João 4:23).

Jesus sacode porque está procurando. Ele procura... procura, de janeiro a janeiro. Talvez agora, em meio aos preparativos para a virada do ano, alguns estejam sentindo uma sacudida. Ele é paciente e criterioso. Mas por que sacudir?

Todo mundo conhece aquele dito popular “separar o joio do trigo”. Mas nem sempre nos perguntamos como isso é possível. Joio é uma erva daninha que nasce entre as plantações de trigo. As duas plantas são muito parecidas. A diferença aparece na hora do chamado joeiramento.

É quando Jesus chega para sacudir:

“A sua pá, ele a tem na mão e limpará completamente a sua eira, recolherá o seu trigo no celeiro, mas queimará a palha em fogo inextinguível” (Mateus 3:12).

Na sacudida os grãos de trigo caem no chão. E o joio? Nessa hora já virou palha e o vento leva. É assim que o Senhor separa o que é seu. A palavra diz: “seu trigo”. Cada grão formará esse trigo. O trigo vira pão. Jesus é o pão. Nós somos corpo de Cristo.

O verdadeiro grão, ou adorador, é revelado após uma sacudida. Não queira ser algo tão frágil e sem valor que o vento leva, num piscar de olhos. Seja uma pessoa procurada. Jesus é um refinador. Ele não procura algo que não tem valor. A sacudida é um método de refino.

No comecinho de cada ano todo mundo faz seus desejos para ter paz, saúde e dinheiro, que para muitos são os ingredientes de felicidade. Talvez, relembrando o ano que passou, estejamos plenamente satisfeitos com o que fomos e fizemos. Mas se você sente uma constante sacudida é porque Jesus ainda está nos refinando, está nos procurando.

Essa procura é um ato de amor, que pode ser ilustrado como o paciente trabalho de um garimpeiro em busca de uma pedra preciosa. Com sua peneira ele precisa encontrá-la em meio ao cascalho. Para isso ele precisa sacudir:

“... amas-me mais do que estes outros?... Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Ele lhe disse: Apascenta os meus cordeiros”.
Ele continua sacudindo...

“Tornou a pergunta-lhe pela segunda vez... tu me amas? ... Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Pastoreia as minhas ovelha”.
Sacode novamente...

“Pela terceira vez Jesus lhe perguntou.... tu me amas? Pedro entristeceu-se por ele ter lhe dito pela terceira vez: Tu me amas? E respondeu-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. Jesus lhe disse: Apascenta as minhas ovelhas” (João 21:15-17).
Vendo aquele brilho ele diz com alegria: “achei!”

Que o Senhor continue nos sacudindo e nos preparando para as coisas que vem por aí.

Feliz colheita em 2010!
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP