domingo, 24 de janeiro de 2010

Um coração puro

“Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto” (Salmos 51:10).

Em nossas orações pedimos tantas coisas ao Senhor: bênçãos, proteção, prosperidade, o melhor dessa terra... Mas o salmista faz um pedido diferente – ele pede um coração puro.

Davi desejava ter um coração submetido a adorar o Senhor, pois entendia que o coração do homem é enganoso e desesperadamente corrupto (Jeremias 17:9-10). Por isso precisamos que Deus crie em nós um coração puro, por causa das tantas coisas que nos corrompem por dentro.

O coração pode ser corrompido pelas brigas, resistência, amargura, frustrações, ódio, mágoa, tristeza, orgulho, rebeldia ou motivações erradas. Tudo em nossas vidas começa no coração. O que ele decide, assim é. E em seguida a mente passa a traçar o mapa para as nossas ações.

O coração é a sede do tesouro:

“Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração” (Mateus 6:21).

Qual tem sido o seu tesouro? Qual tem sido a sua motivação? Isto tem sido para glorificar a Deus ou somente para ser reconhecido entre as pessoas? Se não mudarmos por dentro Deus não poderá nos dar aquilo que pedimos, pois:

“Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações” (Jeremias 17:10).

Deus não nos dará o que pedimos se nosso coração estiver cheio de soberba. Assim como fez Davi é necessário ter humildade diante do Senhor, para pedir: me limpa, me lava, me transforma. Então como mudar? Pedindo. Não se pode ter mais de Deus sem desejar a transformação, pois Ele não dá o que não desejamos.

Quem tem um coração puro atrai a glória de Deus e pode transportar a arca do Senhor.

“E lhes darei um só coração, e um espírito novo porei dentro deles; e tirarei da sua carne o coração de pedra, e lhes darei um coração de carne” (Ezequiel 11:19).

Nós mudamos a partir de um novo coração, que precisa estar cheio da sabedoria de Deus para enfrentarmos as situações do dia a dia.

A Bíblia nos dá um exemplo de coração puro através de uma mulher chamada Abigail (que significa sensata e formosa). Ela era casada com Nabal, uma pessoa bruta e insensata. Homem de muitas posses acabou gerando um conflito com Davi, por causa do trabalho dos tosquiadores de ovelhas.

Davi estava determinado a acabar com toda a casa de Nabal e todos os seus homens. Mas Abigail, com humildade, foi tratar com ele, cancelando aquele decreto de morte e impedindo que Davi pecasse contra Deus (I Samuel 25:18-35).

Um coração puro nos habilita a agir com sabedoria. Precisamos desejar ser pessoas segundo o coração de Deus.

Ministração: Mylla Karvalho
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP