quarta-feira, 15 de setembro de 2010

A santidade é o meio de comunicação com Deus

É fascinante saber que Deus ouve, é incrível saber que Deus fala! Deus sempre quis se comunicar com o homem, Ele fazia isso no jardim. Ele nos criou também para que tivéssemos relacionamento com Ele. Somos os únicos capazes de interagir com o criador. Milhões de pessoas vão a lugares equivocados para ouvirem Deus falar, mas Ele não pode estar nesse lugares.

Milhões querem conhecer o futuro por métodos desvinculados de Deus. (cartas, búzios, tarô, leitura de mãos, etc).

Você já pensou em ouvir Deus a respeito de sua própria vida? O que Ele tem planejado para você? O que Ele pensa a respeito do que você tem feito; ouvir os planos de Deus para sua vida? Pois Deus fala. Mas essa comunicação é prejudicada em uma situação:

“... mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça” (Isaias 59:2).

Iniqüidade é o oposto de santidade - é maldade e injustiça. Os nossos pecados escondem, cobre o nosso rosto. A santidade é o meio de comunicação que Deus reconhece, Ele não usa celular nem internet para se comunicar conosco.

Precisamos de ter um dispositivo com alarme, assim que nos aproximarmos do pecado o dispositivo acende a luz e o alarme do bom senso é disparado e aí nós fugimos! Fugir sim!

“Pode alguém tomar fogo no seu seio, sem que os seus vestidos se queimem? Ou andará sobre as brasas sem que se queimem os seus pés?” (Provérbios 6. 27-28).

Não é feio fugir do pecado, feio é virar dele refém. Impossível brincar com a possibilidade de pecar, quem se aventura sai queimado, ferido e até morto. Todos nós já sabemos o que desagrada a Deus, mas mesmo assim insistimos em viver de forma incompatível com a santidade do Senhor. Mas depois fazemos orações apelativas pedindo à Deus para nos abençoar e pedindo a aprovação Dele em nossos projetos.

Muitas pessoas estão vivendo sem santidade e ainda achando que Deus está falando com ela - grande engano. O canal de comunicação com Deus é a santidade, não tem outro. Muitos estão tão afastados da santidade de Deus que ouvem suas próprias emoções e vontades e acham que é Deus falando.

A vontade fala. A carne fala. O intelecto fala. O desejo fala. A soberba fala. O inimigo fala.

Quem não vive em santidade não pode discernir quem está falando. Quem não vive em santidade, tem a habilidade do inferno de distorcer o que diz a Palavra. Tem sempre uma “desculpa” do maligno para justificar seus pecados.

Quem não vive em santidade, rapidamente tem a mente sarada e se torna insensível, o pecado passa a ser algo natural e comum. Quem não é santo é insensato. Insensato é ou o que perdeu a razão; louco, insano - o que é contrário ao bom senso. É mecânico. É frio. É natural. Mas o homem natural não pode ouvir Deus. O insensato não tem comunicação com o céu.

A SANTIDADE DEVE SER UM MODO DE VIVER, UM ESTILO DE VIDA

“Em santidade e justiça perante ele, todos os dias da nossa vida” (Lucas 1:75).

A santidade não tem férias! Precisamos perseguir a santidade. Há também muitos atores a atrizes: em locais determinados se portam como filhos de Deus, vestem a roupa de santidade. Mas a santidade não é uma roupa - deve ser a própria pele, alguém aqui pode arrancar a própria pele e continuar viver? Santidade é a sua pele!!!

Se tirarem toda a nossa pele, vamos ficar muito feios, desprotegidos e depois vamos morrer! É a mesma coisa com quem perde a santidade: fica feio, desprotegido e depois morre! Você não pode se desvincular da sua pele, não pode viver sem santidade, ela é inerente aos filhos da promessa. É tempo de transparência de verdade.

“Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que em santidade e sinceridade de Deus, não em sabedoria carnal, mas na graça de Deus, temos vivido no mundo, e mormente em relação a vós” (II Coríntios 1:12).

A sua consciência pode dar testemunho de santidade e sinceridade? É uma questão de consciência! De caráter. De brio. É uma questão de salvação! Pureza é a ausência do pecado; assim como a saúde é a ausência da doença.

Deus deseja uma geração que seja exclusiva para si, separada para si, consagrada para si. E esse anseio do coração de Deus se revela em toda Bíblia. É o desejo de Deus desde os tempos mais remotos. A santidade não pode ser protelada para se buscar nos momentos de agonia, de sofrimentos, na vida.

“Ora, amados, visto que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santidade no temor de Deus” (II Coríntios 7:1).

A santidade pode ser aperfeiçoada a cada dia. Precisamos ser mais santos amanha do que fomos hoje. Santidade é uma questão de sobrevivência diante de Deus. Quer falar com Deus e ouvi-lo? Seja santo!


:: Quer receber os textos do blog por e-mail? Clique
Site MANT Belém

Um comentário:

Dani Chagas disse...

Leitura edificante!
Jesus te abençoe.

Com amor,

Dani Chagas

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP