segunda-feira, 9 de junho de 2008

Desistência

Desistir é não prosseguir, abandonar, é ruptura sem a retomada de algo que se iniciou. Muitos de nós, filhos de Deus, desistimos em muitos momentos da vida espiritual, seja no relacionamento com Deus ou com o chamado dEle para a nossas vidas. Veremos o que a Bíblia nos fala sobre a desistência, sobre alguém que desistiu e sobre o prosseguir.

Gn. 6:13-22 Em uma terra onde a maldade estava disseminada e não havia bondade nela a ponto de Deus querer destruí-la, um homem permanece fiel: Noé. Ele era um homem de Deus, a Bíblia o chama de “homem justo” e por isso ele cumpriu o propósito do Senhor. Construir uma arca de 180 metros de comprimento, colocar um par de cada animal da terra e esperar um dilúvio (não havia chuva naqueles tempos; Gênesis 2:5-6 ), não era uma tarefa fácil de ser realizada, tudo isso sem pensar em desistir, assim foi com Noé, ele seguiu o plano de Deus a risca, sem nenhuma alteração e sem desistência, mesmo que aos olhos dele e das pessoas pudesse parecer loucura, mesmo com as dificuldades e mesmo com a dura prova do tempo Noé não desistiu (Gênesis 7:5).

A história de Sansão nos mostra muitas coisas, ainda assim há algo pouco notado nela, mas muito importante: é o fato de Deus sempre ter dado uma nova chance para Sansão. Sendo um nazireu, um homem separado para o Senhor, Sansão tinha uma missão de livrar o povo de Deus das mãos de seus opressores (Juízes. 13:5), mas ele no meio do caminho se entreteve com distrações e acabou se desviando do seu foco. O texto de Juízes 13:24 nos mostra que Deus abençoou a Sansão, mas logo em seguida no capítulo 14 vemos que ele começa a se distrair, ele queria casar com uma filha dos filisteus, o povo inimigo, em seguida desfaz-se da mulher, mas Deus o abençoa e ele mata 30 homens inimigos, depois mata mais 1000 com uma queixada que jumento.


Mas algo realmente atraiu Sansão e o parou, Dalila (Juízes 16:1;4), uma prostituta que tinha o interesse de descobrir a fonte da força do narizeu (Juízes 16:5), ele a enganou por três vezes (Juízes 16:6-15), mas na quarta vez ele foi pego por Dalila e foi preso pelos filisteus (Juízes 16:16-22), se tornou escravo e alvo de zombaria para os seus inimigos. Mesmo com tudo isso o Senhor ainda não havia desistido de Sansão, deu a ele ainda, o último momento de força e assim ele matou mais alguns inimigos, mas também morreu com eles (Juízes 16:23-31).

Deus em nenhum momento desistiu de Sansão, pelo contrário, o Senhor sempre dava a ele força para lutar e ser bem sucedido, quem desistiu foi Sansão, ele desistiu do plano de Deus na sua vida, se empenhou em outras coisas e esqueceu o propósito de seu nascimento.

Com a história de Sansão podemos ver a “indesistência” de Deus em relação a nós, mesmo com nossos erros e com as escolhas ao pecado Deus continua insistindo em nós, pelo simples fato dEle ter um plano para nossas vidas. E por que nos damos ao direito de querer desistir de Deus e de seus planos em nós?

Lucas 9:62 diz: "Jesus, porém, lhe respondeu: Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus." Quem olha para trás, mesmo que por um segundo, e pensa em desistir não é digno do reino de Deus.

Deus tem um plano grandioso para as nossas vidas, mas para que o projeto de Deus se realize em nós precisamos nos posicionar e tomar a postura de Filhos de Deus que executam o chamado do Senhor.

Amém galera!
Fikem na paz do Rei!!!
XeliM!

Késya

Leia também:
Não somos dos que retrocedem.
Site MANT Belém

Um comentário:

Anônimo disse...

Que palavra abençoada, atual!


Beijos Kesynha.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP