quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Crônica – Um adorador

Adorar ao Senhor é preciso. Adorá-lo para, entre tantos motivos, declarar que Ele é digno. Quem não deseja entrar para a lista de adoradores, dos verdadeiros adoradores – aqueles a quem Ele procura? Para ser chamado assim alguns desejam ser tomados pelo mesmo sentimento que moveu Davi, em cada salmo escrito. Outros preparam o seu nardo puro para, sem receios, despejar sobre Jesus.

Podemos caprichar na adoração, só não vamos conseguir repetir a adoração de um certo cara. De fato ninguém pode. Nessa hora você se pergunta: o que esse cara fez que eu não posso fazer? Daí eu responderia que não dá nem para tentar, pois é simplesmente impossível fazer o mesmo. Você responderia que não há limites para a adoração.

Mas quem poderia adorar dentro da barriga da mãe?

“Disse-lhe, porém o anjo: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida; e Isabel, tua mulher, te dará à luz um filho, a quem darás o nome de João... Pois ele será grande diante do Senhor, não beberá vinho nem bebida forte e será cheio do Espírito Santo, já do ventre materno” (Lucas 1:13-15).

Ele nasceu para adorar. O alvo de sua adoração estava em outro ventre - o da prima de sua mãe. Ele não pôde esperar para adorar. A mãe contou que, só de ouvir o som da visita que chegou a Judá, “a criança estremeceu de alegria dentro de mim” (Lucas 1:44). Quem sabe, de ventre para ventre, ele não estava cantando (na versão Fernandinho): “Emanuel, Emanuel, Emanueeeeeel”!

João Batista vivia para adorar. Não perdia tempo. Não estava preocupado com as tendências da moda, e usava vestes feitas de pêlo de camelo. Também não precisava de banquetes, contentando-se com gafanhotos e mel silvestre (Marcos 1:6). Nem ligava para o calor e desconforto e seguia clamando pelo deserto. João adorava Jesus ao preparar o caminho para Ele.

Se não nascemos adorando, podemos imitar João nessa parte, e viver adorando. Não apenas com palavras, canções ou danças, mas ganhando vidas – a melhor forma de agradar ao Senhor.
Site MANT Belém

Nenhum comentário:

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP